20/04/2013

O Silêncio da Alma

Postado por Julia Taina 0 comentários
Por diversos (e dolorosos) motivos, hoje eu preferi o silêncio. Aquietei a alma e os pensamentos, esqueci as opiniões, deixei de dar sugestões. Pedidos não serão feitos. Ideias nunca mais serão expostas. A partir de hoje sou papel em branco, e nem tenho mais linhas para serem escritas. Hoje fiquei saturada e apaguei. Apaguei da mente e do coração, tudo o que poderia existir em mim. Exauri a imensidão que antes existia. Acabou-se a inspiração para a arte, e acabou-se o ânimo. Não há mais espaço para ser feliz, nem triste. É a completa neutralidade. Não é nem mesmo o gelo, pois ele reflete a luz, sou nada, e a brancura é tudo o que resta. Não haverão mais noites de insônia, não haverá mais gratidão. Não existem mais carícias, aconchegos, nem amor. Só há o vazio, não há mais caminhos, a estrada acaba em uma ponte que caiu.


.

18/04/2013

Resenha: Julieta Imortal

Postado por Julia Taina 0 comentários
Olá, tudo bom com vocês? Eu estou bem e feliz por ter terminado esse livro que me surpreendeu de diversas maneiras. Julieta Imortal. Primeiramente por ele não ser somente um (simples) livro de romance, mas sim por mesclar mistério, suspense, ação, rancor em um mundo mágico.

Principalmente este é um livro que fala sobre o verdadeiro amor, de como os Embaixadores e os Mercenários lutam por ele, pelo bem e pelo mal. E nos mostra que Romeu em nada é parecido com aquilo que Shakespeare nos delatou, a verdade é que foi Romeu em pessoa que descreveu seu romance com Julieta e a morte tão digna que na verdade nunca existiu para que o escritor. Pelo menos não antes de setecentos anos em que o casal mais famoso da literatura trava uma batalha mortal, Julieta para proteger as alma gêmeas, os amores verdadeiros, e Romeu para alimentar a causa dos Mercenários, a morte e o fim do amor.

Julieta que toma o corpo de uma estranha adolescente com dezessete anos, Ariel, melhor amiga de Gema, a alma gêmea que é destinada a proteger. Julieta encontra Ben, o amor da sua vida, de muitas vidas, o amor de sua alma, melhor dizendo, quando tentava fugir da morte pelas mãos de Romeu, que então habita o corpo do recém morte Dylan. Ariel (Julieta) e Ben, sentem que existe muito mais entre eles do que apenas poderia existir após um encontro sem motivos, existe algo a mais. Mas Gema está com sua aura brilhando em tom rosado e Ben também, e isso só pode significar uma só coisa, existe amor verdadeiro entre os dois. Mas já era tarde demais para Julieta, ela já estava apaixonada por Ben. Será que amar esse garoto de pele macia e toque firme é realmente possível? 







Bom, me empolguei e contei mais do que devia, mas vão por mim o livro contém uma linguagem simples e agradável, o tamanho das letras são realmente boas, e as páginas tem aquele aspecto amarelado que todos leitores amam. Não é extenso, tem apenas 237 páginas e com certeza você vai ser apegar muito a Julieta, a Ben e a todos que fazem parte da história, e ah, sim você irá se encantar e odiar Romeu ao mesmo tempo, eu pelo menos ainda não decidi o que sinto por ele. Sabe aquele sentimento de vazio que dá depois de terminar de ler um livro que se apegou? Então, estou sentindo isso.






Espero que tenham gostado, e que a partir de agora esse livro
 faça parte da coleção de vocês, leitores! 
Bj, Ju




15/04/2013

Memories

Postado por Julia Taina 5 comentários


Tem pessoas que são como fantasmas. Que são espíritos, almas perseguidoras, que não nos abandonam, não se tornam passado nunca, por mais que queiramos. Que topam com você na rua, que deixam seu perfume por onde passam, que povoam seus pensamentos, que frequentam teu bar preferido, que te procuram, te torturam, te chamam. Pessoas que lembram de você, olham pra você, pensam em você, falam sobre você, e quando o fazem, você sente, você sabe. Pessoas que te marcaram à ferro quente, marcaram sua mente. E te perseguem ... E você já não escuta mais aquela música pra não lembrar, mas ela toca no rádio, e toca na rua. E você já não passa naquela rua pra não lembrar, mas ela passa na sua rua. E você já não ri do mesmo jeito, não anda do mesmo jeito, não veste do mesmo jeito. Mudou seu estilo, você não escreve do mesmo jeito, você não sonha do mesmo jeito, não balança a cabeça do mesmo jeito, não gosta do mesmo jeito. Mas as lembranças continuam lá, intactas. Feito cicatriz, feito monumento. Em honra à que? E você não olha mais nos olhos, não procura palavra alguma, você se camufla e silencia. De nada adianta. A lembrança é sua menina, está dentro de você. A memória é sua e você não pode esquecer.



Filmes da semana

Postado por Julia Taina 0 comentários
Bom, olá para vocês. Hoje eu vim falar sobre os três últimos filmes (que gostei) que assisti. Na verdade nem todos são lançamentos, o que de certa forma não deve interessar vários de vocês, mas confiem em mim, valem a pena, e quem já os viu, espero que concorde comigo. Não sei se sabem mas eu sou apaixonada por filmes, tanto quanto eu sou por livros, então se pudesse ficaria o dia todo vendo filmes, mais até do que lendo. Então vamos a eles.


  1. O Lado Bom da Vida

Nota: ♥♥♥♥♥ (5/5)

Esse filme conta a história de duas pessoas que sofreram uma grande perda, tanto pela morte, como pelo afastamento, e que ficaram de um certo modo alterados, descontrolados emocionalmente. Pat, um ex-professor que viu sua vida conjugal desmoronar, sendo internado em uma clinica psiquiátrica, onde passou alguns meses, saindo de lá, Pat (Bradley Cooper) não se lembrava perfeitamente do que acontecera, só sabia que todos a sua volta, o queriam controlar, sua esposa Nikki não desejava vê lo e que a partir daquele momento teria que controlar seus pensamentos e suas vontades. Tiffany (Jennifer Lawrence) perdeu seu marido em um acidente, e por causa disso também tem acompanhamento psicológico, se tornando "meio agressiva". Os dois se encontram e descobrem juntos o lado bom da vida.




       2. 500 Days of Summer 

Nota: ♥♥♥♥♥ (5/5)

Vocês podem acreditar que eu ainda não tinha assistido a este filme? Nossa, nem eu mesma acredito nisso. Como eu pude esperar tanto tempo assim? Pra ser sincera eu sempre quis assisti-lo, pois o achava tão meigo e triste, o que de fato é. Porém não deixa de ser uns dos melhores filmes que já vi, pois retrata o amor de um lado totalmente verdadeiro, porque quem nunca se desiludiu com um "amor verdadeiro" que atire a primeira pedra! E quem também descobriu um tempo depois que na verdade não era aquele amor que o completava, mas sim aquele que você irá descobrir quando estiver pronto para ele. Pois bem é esta mesma a história que se passa no filme. Tom (Joseph Gordon-Levitt) que se apaixona pela garota errada, e que ao passar 500 dias descobre que na verdade, apesar de todo o sofrimento, a garota que irá fazê-lo feliz não é Summer (Zooey Deschanel). Ps: Embora os dois ficassem lindos juntos e forma um dos meus casais preferidos do cinema. ~ momento triste por eles não terem ficado juntos.





          3. Anjos da Lei

Nota: ♥♥♥♥ (4/5)

Ok, este filme também não é lançamento, porém eu quis falar dele porque é um dos poucos filmes de comédia que eu gostei nesse ano, olha, na verdade acho que foi o único. Não sou muito fã de filmes desse gênero, pelo simples fato de ser difícil ter um que valha a pena ver. Mas este me superou, sinceramente, quando comecei a assisti-lo já fiquei com aquela expressão de "vai ser mais um filmes daqueles" com ênfase na palavras daqueles. Mas não. Basicamente a história é: "Jenko (Channing Tatum) e Schmidt (Jonah Hill) estudaram juntos, mas jamais foram amigos. A situação muda quando se reencontram na academia de policiais, onde passam a ajudar um ao outro. Já formados, se envolvem em uma confusão ao tentar realizar a prisão de um traficante de drogas, que atuava no parque onde trabalhavam. Remanejados para uma divisão comandada pelo capitão Walters (Ice Cube), onde jovens policiais trabalham infiltrados, eles recebem a missão de desvendar quem é o fornecedor de uma nova e perigosa droga. De volta ao ambiente escolar e atuando sob nomes falsos, Jenko e Schmidt precisam se acostumar aos novos tempos sem perder o foco na tarefa que lhes foi incumbida." (créditos)





Bj, Ju


13/04/2013

Que a poesia não ouse citar seu nome

Postado por Julia Taina 1 comentários









Se alguém ousasse te tornar poesia estaria enganando-se. Você vai além da poesia. Além da vida. Esta cada vez mais complicado te escrever, juro, não consigo te descrever em palavras. Você é uma vida toda, é o que rege tudo ao meu redor, o que me conduz a luz, o que me faz cantar, cantarolar, compor pequenos versos, mesmo na multidão, na confusão de conversas cotidianas, lá estou a te compor. Quero te ter para todo o sempre. E essas palavras nunca foram tão verdadeiras, estão transbordando sentimento, amor, eu realmente te amo, e assusta o quanto. Eu penso, imagino, visualizo e suplico todos os dias, pelo dia que iremos nos unir completamente. Na verdade eu nunca desejei que esse “passo natural da vida” acontecesse comigo, nunca. Eu julgava ser um ato hipócrita e banal, realizado por pessoas inseguras e esbanjadoras. Não via amor. Você me mudou, nosso amor me mudou. E falo com toda a certeza do mundo, por tudo que conheço, pelas pessoas que amo, por ti, que desejo casar contigo. Já disse que sim naquele dia, mas quero afirmar milhares de vezes se precisar, se não precisar, se for possível, e se alguém dizer que é impossível, eu o tornarei banalmente. Sim, quero viver a minha vida inteira ao teu lado. Você faz a palavra amor perder o sentido. Os seus olhos, neles me vejo, te amando. Somente hoje entendo o que é amar alguém mais do que a si mesmo, cuidar tanto ao ponto de sufocar, de querer segurar nos braços e não largar, não perder de vista, ouvir aquela voz abençoada por todo o tempo, até o mundo acabar, até nos encontrarmos em outra vida. Te amo como se você fosse minha alma gêmea, mas você é. A vida me transformou no que sou porque sabia que tinha alguém me esperando, para mostrar ao mundo que ainda existe aquilo que foi banalizado por muitos. Eu tenho um amor da vida inteira, talvez de mais. 



 

11/04/2013

Já ouviu falar no Decora.me?

Postado por Julia Taina 6 comentários
Não posso afirmar que é uma rede social nova, mas é pouco conhecida sim. Se você gosta de decoração, arquitetura e criatividade estará no lugar certo! Se busca ideias para decorar seu quarto ou sua casa também, já que ele sempre está atualizado tanto com ideias sustentáveis quanto não. Desde o primeiro dia em que fiz meu perfil lá no decora.me fiquei completamente apaixonada. É claro que uma das dificuldades dessa rede, é o pouco acesso, já que ela não visa à socialização mesmo, mas sim o compartilhamento de ideias interessantes, já vi ela ficar até dois dias sem atualizações, mas é sempre bom lembrar que quanto mais pessoas lá postando suas ideias, mais ela vai crescer!

Este é o meu perfil no decora-me (faz algum tempo já que não posto, apenas aprecio hehe).



Como vocês podem ver, o design da página é super funcional. Na minha opinião parece um pouco com o do twitter.


Esse é um pedacinho do material que você vai encontrar lá, é muito variado e muito fácil de gostar hehe. (estou apaixonada pelo papel de parede com caveiras mexicanas)
Gostou do decora.me? Se fizer um perfil me avisa que eu sigo lá. =) Beixos da tutu.




10/04/2013

And finally

Postado por Julia Taina 6 comentários
Yeeeeeeeeep, finalmente fiz minhas primeiras tatuagens, e como todo mundo sabe, eu sempre quis fazer, mas não imaginava que seria tão logo assim, mas estou pra lá de feliz! Para começar vou admitir que doeu, mas não é aquela dor insuportável que algumas pessoas dizem, dá para aguentar e quando você vê o resultado esquece de tudo, da dor (do preço) muahaha. Eu amei as minhas, é claro que são pequenas, mas foi para começar apenas, pra falar a verdade tenho umas vinte tatuagens que ainda quero fazer. E ainda por cima tive a coragem (põe coragem nisso) de cortar meu cabelo em casa, omg! Ainda nem acredito como ela ficou tão reta, mas enfim. Ah, e ela é pin-up só pra constar, antes que alguém fale "Nossa, você cortou sua franja errada" hahaha no! Ela é assim mesmo. E por sinal, amei ela, é super legal, porque não incomoda em nada e é super fácil de manter, não preciso fazer alisamento como tinha que fazer com a franja reta, ufa. Bom, vamos as fotos.





Gostaram? Eu amei, totalmente minha cara *-*
Bj, Ju




09/04/2013

Já ouviu falar da Sick-Lit?

Postado por Julia Taina 0 comentários
Não? Pois é, essa também é nova pra mim. Como não nego meus gostos, sempre leio algo sobre novos lançamentos, livros indicados etc, passeando por um desses blog com material interessante, li algo sobre essa tal de Sick-Lit e achei válido contar pra vocês. Como isso já faz alguns dias, acabei vendo mais algumas vezes esse assunto na mídia.
Sem mais delongas, Sick-Lit significa "literatura enferma", se você já leu Nicholas Sparks vai ligar os pontos rapidinho. É uma veia literária que nasceu e vem crescendo cada dia mais (gerando muita polêmica também). Esses livros tem sempre seu enredo girando em volta de alguma doença grave, pessoas problemáticas, suicidas ... e com isso mechem muito com o nosso emocional. O leitor acaba se colocando no lugar do personagem e sentindo como ele. É exatamente isso que está gerando discussões. Seria realmente saudável ler histórias que nos colocam pra baixo e nos fazem sofrer no lugar dos personagens?
Já li livros que atualmente são considerados parte da Sick-Lit, eles nos envolvem de uma maneira extraordinária, porém suas histórias nos fazem "sofrer" no lugar dos personagens. Não sou do tipo que "vive" a história que lê, apenas leio e analiso. Particularmente não tenho nada contra essa nova veia literária, gostei de ler os primeiros livros. Vale lembrar que perde a graça depois de umas três historias, porque passam a ser repetitivas.
Alguns livros que são considerados parte da Sick-lit são bem famosos, como já citei, a maioria de autoria do Nicholas Sparks, A Culpa é das estrelas, do John Green e As Vantagens de Ser invisível, do Stephen Chbosky.



Espero que tenham curtido o post, beijos!

                                                                                                            


Que os meus sonhos não adormeçam

Postado por Julia Taina 2 comentários
Era moça, porém acreditava que as melhores pessoas são aquelas que não deixam seus sonhos de criança de lado, que não se transformam em adultos enigmáticos, que resolvem contas de cabeça e só falam sobre notícias de telejornais. Não gostava que pedissem sobre seus planos para o futuro, sobre em qual empresa igual as demais, com regras infringíveis, patrões mal-humorados, colegas de trabalho abusivos, recebimentos mal estabelecidos, caras fechadas e sonhos dormentes, trabalharia. E se ela não quisesse fazer parte disso? Se fosse um erro seguir seus sonhos? E se seus sonhos fossem impossíveis no pensamento de todos? Sonhos, já nem sei se é realmente isso que eu quero, são tão tolos, são infindáveis, são banais. Mas não para mim, pois vivo por eles. Ela queria viver em uma fazenda, sem ruídos de carros adoidados, buzinando e correndo contra o tempo, com músicas que não despertam nada além de desprezo. Gostar de sossego hoje em dia é algo complicado, mas não deveria ser. O mundo deveria ser mais calmo, sem ter hora pra tudo. Tenho hora até para pensar e escrever  veja que irônico, as pessoas não me deixam criar e isso sim me traz desconforto, pois fico fora de mim se não estou em outros mundos, criando personagens novos que fariam daqui, um lugar saudável. Ela sabe que pessoas que não leem pensam que nós leitores somos grandes malucos que não vivem a própria vida por estar mergulhado em obras tão esplendorosas. Eles não pensam que são esplendorosas, quem dera se pensassem. Mas que seja! Nosso mundo é magnífico, pois tem cultura, tem magia, tem possibilidades, tem um mundo de possibilidades. Ela é eu, uma garota que acaba de ficar mais adulta, e está com medo, está aflita por saber que o mundo a obriga a viver com os gigantes que somam tudo, e isso a deixa sem ar. Queria eu viver para sempre dentro de um conto de fadas, onde a realidade não me alcançaria e nem roubaria minha alma. Apenas quero transformar o mundo azul-acinzentado em azul límpido outra vez.



08/04/2013

We love fashion! ♥

Postado por Julia Taina 2 comentários
Ola, eu me chamo Bruna Luiza Anselmini, e também vou fazer parte desse blog, vou falar sobre moda, sobre roupas fofas, lindas, vintage e outras coisas que nos encantam! Escolhi esse dia, por ser um dia muito especial pra nossa Julia!  E como vou falar aqui sobre moda achei algo que cairia muito bem nela. ^^ Gostaram? Eu ameei!



 A jaqueta de couro ainda vai estar muito em alta nesse inverno, e sem falar que este vestidinho é uma graça. Duas peças lindas, e que combinam muito.

Por falar nisso o couro é uma peça tradicional que não deixa de fazer parte das novas coleções, tanto nas passarelas da moda quanto no nosso dia a dia, nas regiões que não fazer tanto frio, as peças podem ser adaptadas, e usadas também!  No verão nós já vimos calções, saias e coletes de couro, no inverno não será diferente, as calças, vestidos, saias, jaquetas, casacos, e até os short estarão em alta, com diferentes cores, texturas e desenhos geométricos. Afinal o couro é uma peça que pode ser usada tanto no verão quanto no inverno, e sem falar que tem uma grande durabilidade. "vale a pena investir"

Fiz uma colagem como uma amostra pra vocês com o PRETO básico.  :)  


Não deixem de ousar e usar outras cores em couro, também fica lindo! 



Ju tenho um desejo do dia pra ti, hihi. Olha só que coisa mais fofa é bem a sua cara.



Um feliz aniversário Julia, que todos os seus sonhos sejam realizados, obrigada por me fazer ser uma parte desse blog. ♥♥♥

Um beijo doce para todas, ah e eu espero um dia conhecer a Tuani Zat, afinal, somos companheiras aqui!  







Happy Birthday to me

Postado por Julia Taina 2 comentários

Yep, finalmente chegou mais um aniversário, ai como eu amo fazer aniversário. É a sua data especial, onde todas as atenções estão voltadas para você, pelo menos é assim que deveria ser, haha. Mas enfim, hoje completo dezoito anos, dá pra acreditar?! Sei que muita gente não acredita e ainda pergunta se não tenho treze anos na verdade. Não, por incrível que pareça (ou não) tenho dezoito anos a partir de hoje, estou me tornando mais "mocinha", digamos. Bom, é neste momento que a vida te sufoca um pouco mais e te obrigada a ter mais responsabilidade (chatice). Mas é assim que a vida é, e sempre será, repleta de mudanças, boas ou ruins, precisamos enfrentá-las e fazê-las do melhor jeito possível. Não que eu faça tudo isso ao pé da letra, mas cá entre nós, é bom não ser seguir totalmente os seus próprios conselhos, porque se assim fosse você não seria tão sábio. E para comemorar junto com vocês, no maior e melhor clima de Happy Birthday, uma playlist pra lá de linda e feliz!

E um obrigada a todos que estão me parabenizando!
Bj



03/04/2013

TOP FIVE!

Postado por Julia Taina 0 comentários
Bom dia leitores(as) lindos(as)! Tem coisa melhor do que acordar empolgada? Então, pra mim a primeira música que escuto no dia influencia muito no meu humor durante o resto dele. Resolvi então fazer um top five de melhores músicas pra ouvir quando você quer ficar de bom humor hehe. Fica a dica pra vocês, a maioria das músicas que eu mais amo encontrei por acaso, por isso vale a pena prestar atenção na trilha sonora dos filmes e novelas e também naqueles vídeos que uma galera legal posta no face, sempre é bom conhecer coisas novas.

1. Daniel Pohl (cover) Monomania




Acabei de encontrar os vídeos desse moço no youtube, e sério, a voz dele é extraordinária, vale a pena ouvir mais músicas dele, vale a pesquisa também. Quem sabe falo mais sobre ele num próximo post.


2. Los Hermanos - O vento




Los Hermanos é uma banda que marcou muito minha vida então sou suspeita pra falar, mas do fundo do meu coração, todas as músicas deles trazem uma paz interior que só quem sente sabe explicar. Ouvindo essa banda relembro momentos bons da minha vida (e pessoas também).

3. Agridoce - Romeu




Como disse, encontro a maioria das música que gosto por acaso, essa foi uma delas, depois que ouvi Agridoce pela primeira vez fiquei uma semana inteira só dando replay. Valia a pena.

4. Clarice Falcão - De todos os loucos do mundo




Quem não viu entre tapas e beijos ontem na globo? Simplesmente o melhor programa de humor da tv aberta. Essa música vem de lá, delicadíssima, mais parece poesia.

5.  Detonautas - Tudo o que eu falei dormindo




Por último mas não menos importante, DETONAUTAS! Contrariando o nome, a maioria das músicas deles não são assim tão "fortes", tem um ritmo mais calmo ( não todas, é claro). As letras são maravilhosas, dignas de aplausos e consigo me identificar facilmente com elas. Se quiserem ouvir mais, indico a participação deles no Acústico da MTV, ficou incrivelmente incrível! É uma vibe inexplicável. Coloca pra tocar e canta junto, yeah!

Podem perceber que ficou bem misturado, praticamente música de todo tipo. Fiquei morrendo de vontade de aumentar esse top five pra top vinte! Tenho muitas músicas que cuido como se fossem minhas, mas prometo trazer mais coisas pra vocês. Beixos da tutu =*  

                                                                                   

02/04/2013

Meme: Complete as frases

Postado por Julia Taina 4 comentários
  • Sou muito sincera. A verdade é que se você pedir minha opinião, aguente! Porque eu vou falar exatamente o que penso. Gosto de ser assim, pois as pessoas veem em mim alguém em quem podem confiar, e de fato é algo que me deixa feliz. 
  • Eu não suporto falsidade! E cá entre nós eu sei identificar muito bem quem está sendo falso comigo e procuro ficar o mais longe possível de pessoas assim. Sinto nojo e desprezo. 
  • Eu nunca desmaiei, quebrei algo em meu corpo, nunca me acidentei, ou tive alguma doença séria. 
  • Eu já quebrei meu celular andando na rua.
  • Quando criança eu sonhava em ter um pônei, já que unicórnios não existem (mesmo achando que existam sim!).
  • Neste exato momento estou viajando em pensamentos, como sempre.
  • Eu morro de medo de aranhas e cobras enormes e também sinto agonia de besouros.
  • Eu sempre gostei de fotografar, na verdade ainda sonho em ser fotógrafa profissional.
  • Se eu pudesse estaria casada e morando junto com o amor da minha vida. 
  • Fico feliz quando estou ao lado dele, em um dia de sol, com o céu azul e um vento friozinho <3 
  • Se pudesse voltar no tempo não brigaria com a minha mãe quando era adolescente. 
  • Adoro filmes/livros inteligentes e inusitados.
  • Quero ter filhos logo, uma menina e um menino, com o homem da minha vida.
  • Eu preciso de uma câmera nova, de preferência uma Nikon D5100. (já aceito presentes).
  • Não gosto muito de dia chuvosos, fico estressada e triste.



 

A lover of books Copyright © 2012 Design by Amanda Inácio Vinte e poucos